Absorvente externo e interno, noturno ou diário, com abas ou sem, para pouco fluxo ou fluxo intenso. Você certamente está bem familiarizada com todas essas opções, todas essas armas femininas na batalha contra a nossa tão amada e algumas vezes odiada menstruação. Tanta escolha traz muita dificuldade, principalmente para as meninas mais novas que precisam encontrar o que é melhor para elas e também da cultura do absorvente. As veteranas em menstruação entre nós já sabem quando é para usar qual alternativa. Mas você já imaginou que poderia ter uma única solução para tudo? Não? Então não se preocupe porque a grande maioria das mulheres não sabe que existe o coletor menstrual.

conhece o coletor menstrual72% das mulheres nunca nem ouviram falar dele, apenas 28% afirmam que conhecem. Pois, o que é um coletor menstrual. O coletor menstrual nada mais é do que um copo de silicone medicinal reutilizável, bem semelhante ao material do diafragma, que é introduzido na vagina com intenção de coletar o sangue menstrual. De textura macia e formato diferente, ele pode até mesmo dividir opiniões sobre a sua finalidade. Mas funciona simplesmente aparando o sangue do útero dentro do próprio corpo da mulher. Até parece um absorvente interno, só que não absorve o sangue menstrual e, sim, o coleta para jogar no vaso sanitário em seguida. A mulher encaixa esse copo dentro do corpo de boca para o colo do útero , deixando a ponta para fora da vagina para facilitar a retirada.

A cultura do coletor menstrual em sua grande parte ainda é estrangeira e chegou no Brasil há pouco tempo – um pouco mais de 2 anos talvez. Desta forma não surpreende que muitas mulheres ainda não usaram nem experimentaram! Apenas uma em cada 50 brasileiras já compraram um coletor menstrual. Por que “apenas”? Porque uma em cada 3 mulheres pode imaginar em trocar seu absorvente por um coletor, ou no mínimo experimentar como alternativa.

 Prós e Contras do Uso

De onde vem esta grande diferença entre mulheres que podem imaginar usar e aquelas que efetivamente usam o coletor de sangue menstrual? Sem dúvida a falta de informação tem um papel importante. Não é por acaso que a grande maioria de nós mal sabe de que se trata e poucas têm a “ousadia” de simplesmente experimentar. O que não conhecemos ou não for recomendado por uma amiga íntima, não compramos! Com poucas informações e sem experiências começamos a imaginar: como deve ser ter este coletor menstrual?

Não é surpreendente que o nojo surge como principal motivo que leva a mulher a não optar por este tipo de “absorvente”. Preocupadas com a higiene, muitas meninas pensam nos incômodos que o coletor deve proporcionar na hora da retirada do sangue retido por algumas horas na vagina.Também pensamos no trabalho a mais que deve dar, sempre tirando, limpando e colocando novamente. Meu absorvente é tão conveniente, basta tirar, jogar no lixo e substituir por um novo limpinho. É neste quadro de nojo, higiene e desconforto que vemos as principais desvantagens desse tal de coletor menstrual. Mas é engraçado que nenhum motivo delas salta aos olhos olhando nossa estatística aqui em baixo. E ainda existem as meninas que admitem que talvez seja apenas uma questão de costume, costume de usar sempre o mesmo absorvente. Que tal pensarmos nos possíveis benefícios que um coletor pode proporcionar?

principal motivo contra o coletor

As 34% que já usam ou usariam o absorvente alternativo enxergam três vantagens principais: praticidade, conforto e higiene. Conforto e higiene? São, sim, motivos contra e a favor do coletor menstrual. O que muda é a perspectiva, desta vez mais relacionada ao absorvente convencional que também pode incomodar por diversos motivos nada agradáveis como posição e sensação na calcinha, suas abas ou odor característico do sangue mais acentuado. Mas o pensamento que ainda domina para estas mulheres é como seria prático não se preocupar em sempre e levar absorventes e poder se livrar da incômodo menstrual em qualquer banheiro.

Por ser pequeno, dá para levar o coletor menstrual na bolsa, sempre guardado discretamente, claro. Outras vantagens percebidas incluem a economia pessoal e a sustentabilidade. De certa forma, as mulheres que se dispõem a trocar o absorvente convencional pelo coletor de silicone pensam no presente e no futuro ao mesmo tempo. Mesmo desembolsando um valor um pouco maior do que equivalente de um mês de absorvente, se trata de um investimento bem vantajoso pela longevidade do produto que pode durar cerca de cinco anos, se bem conservado pela sua proprietária. Em termos de ecologia, a quantidade de absorventes jogados nos lixões e que acabam em nossa bela natureza que levam muitos anos para se decompor, seria reduzida instantaneamente! De um ponto de vista sustentável, também se gastaria menos matéria prima para fabricação de mais e mais absorventes – um pensamento muito importante em tempos de falta d’água e de energia.

principal motivo a favor do coletor

Dúvidas Sobre o Coletor Menstrual

Introduzir é simples, basta dobrar o coletor já que ele é bastante maleável. Ele encolhe e assim que introduzido no canal vaginal e solto, ele abre como um guarda chuva. Simples de colocar e também de tirar, já que para retirar basta puxar cuidadosamente. A textura delicada do silicone não causaria dor, é semelhante a um absorvente interno inclusive, mais delicado que o material. A sensação de ter um copo de silicone maleável é menos agressiva do que um pequeno bloco rigido de algodão certamente.

Para usar corretamente aconselha-se esterilizar o coletor a cada noite para usar novamente no dia seguinte. A esterilização é feita através da fervura do silicone por aproximadamente cinco minutos em fogo baixo. A água tem que atingir a temperatura de 90° para matar completamente todas as bactérias existentes no coletor e também precaver a proliferação de fungos. A boa qualidade do produto é assegurada pela higiene que a mulher faz antes de usar e também pela periodicidade em que ela esvazia e coletor de sangue, também para evitar acidentes como vazamentos. O aconselhável seria a retirada do sangue em no máximo quatro horas para fluxos baixos e médios e de 3 horas para fluxos intensos. A troca é bem semelhante ao absorvente interno. Há quem prefira usar um protetor diário em conjunto com o coletor, assim ficaria 100% tranquila contra vazamentos na roupa.

O sangue pode ser descartado diretamente no vaso sanitário sem necessidade de jogar no lixo orgânico. A maioria das marcas de coletor tem dois tamanhos do produto, para fluxos baixos a médios e também para fluxos um pouco mais intensos. O preço na grande maioria das vezes é o mesmo para ambos tamanhos e os coletores podem custar por volta de R$90,00.

O bom e velho nojo da menstruação por enquanto ainda ganha e faz reforçar o coro das resistentes ao coletor menstrual, porém a cultura é uma questão importante nesse processo de adaptação a um novo produto para coletar o sangue. Nenhum fator é tão importante que o faça ser descartado de vez para muitas mulheres. Então por que não encarar o sangue menstrual como uma coisa tão normal e corriqueira para ajudar a deixar a resistência de lado e tentar usar? Quem aposta no absorvente interno ou externo, saiba que eles não são tão diferentes assim do coletor, mas, sim, uma questão de se acostumar com a ideia de usá-lo! Absorventes podem ser mais práticos pelo descarte e até mesmo para quem gosta de se sentir seca. Por outro lado, os coletores ajudariam também a mulheres que têm alergia a absorventes comuns.

ja comprou um coletor menstrual

poderia imaginar trocar absorvente por um coletor

E você, trocaria o seu absorvente pelo coletor menstrual? Encontre o coletor na nossa loja

Foto: Acervo Pessoal TF