A gravidez é um período onde o corpo da mulher passa por diversas transformações. E isso muitas vezes acaba sendo refletido em alguns sintomas não tão comuns, como as dores de cabeça na gravidez. Muitas mulheres se questionam se gravidez dá dor de cabeça ou se muita dor de cabeça na gravidez é normal. Mas se por um lado essas dores são motivo de muita preocupação, por outro, elas podem ser explicadas e tratadas tranquilamente. Vamos explicar hoje quais são os tipos de dor de cabeça que podem surgir na gravidez, por que eles podem surgir e de que maneiras podem te afetar. Se quiser saber mais sobre o assunto, leia o texto até o fim e confira!

É Normal ter Dor de Cabeça durante a Gravidez?

Quando uma mulher fica grávida seu corpo passa pelos mais diversos tipos de transformação. Entre elas, as hormonais são especialmente fortes e com efeitos visíveis. As dores de cabeça na gravidez muitas vezes são resultados de uma verdadeira infestação de hormônios que ocorre principalmente durante as primeiras semanas.

Portanto, podemos concluir que sim, é normal ter dor de cabeça na gravidez, principalmente no primeiro trimestre. Mas isso não significa que ela não deve ser tratada ou mesmo ignorada. O que você tem que fazer, além de entender o motivo dessas dores, é saber qual o tipo de tratamento adequado para você e que não vá prejudicar seu bebê. Para isso, a consulta com um médico especialista é imprescindível. Se você também sofre com dor de cabeça no início da gravidez, é também importante entender qual é o tipo de dor. Dessa forma, o tratamento também é indicado com mais facilidade por seu médico.

Tipos de dor de cabeça

Há um pensamento do senso comum que dor de cabeça é uma coisa só, mas ao mesmo tempo que há diversas causas para que elas ocorram, há também diversos tipos de dor de cabeça, que te afetam de maneiras diferentes e exigem tratamentos distintos. Vamos falar sobre cada um deles, mostrar quais são suas diferenças e como afetam uma mulher grávida. Esses tipos são:

  • Enxaqueca
  • Cefaleia Tensional

Enxaqueca

Esse é um tipo de dor de cabeça que ocorre principalmente nas mães de primeira viagem. Isso porque há uma grande manifestação de hormônios, principalmente no início da gravidez, o que pode fazer o seu corpo reagir de diversas formas. E a enxaqueca é uma delas. Esse é um tipo de dor de cabeça na altura da testa e na lateral da cabeça, geralmente apenas de um lado. A enxaqueca pode também vir acompanhada de náuseas e até mesmo vômito, dependendo da gravidade. Além disso, mulheres com enxaqueca podem ser mais sensíveis à luz e a determinados cheiros.

Vale também ressaltar que, em alguns casos, a enxaqueca pode estar relacionada com a pré-eclâmpsia, doença circulatória que pode apresentar certo risco para a gravidez. Por essa razão, quando uma mulher grávida for diagnosticada com enxaqueca, é importante investigar exatamente as causas.

Cefaleia Tensional

A cefaleia tensional é outro tipo de dor de cabeça na gravidez bastante comum e que pode estar relacionado a diversas causas. Uma que muitas pessoas nem imaginam é a falta de cafeína. O que ocorre é que muitas mulheres deixam essa substância de lado quando engravidam e o organismo acaba estranhando isso, o que causa a dor de cabeça. Isso não é motivo de preocupação, uma vez que o organismo acaba se acostumando de maneira relativamente rápida e cefaleia tensional tende a diminuir.

Esse tipo de dor de cabeça pode também ter outras origens, como o estresse, cansaço, desidratação ou mesmo a congestão nasal. Esse tipo de dor se diferencia da enxaqueca porque normalmente afeta os dois lados da cabeça e não vem acompanhada de outros sintomas como as náuseas e o enjoo.

Apesar de serem menos comuns, existem também outros tipos de dor de cabeça que mulheres grávidas podem ter, como a cefaleia por alimentos e a cefaleia por sinusite. Elas normalmente estão associadas a um problema anterior a gravidez e por isso não tem relação direta com essa fase da vida de uma mulher, ainda que possam a afetar da mesma maneira.

gravida com dor de cabeça

Como aliviar a Dor de Cabeça na Gravidez?

Antes de mais nada, é importante você saber que essas dores de cabeça mais comuns na gravidez apresentam também fases, o que significa que muitas vezes elas se aliviam sozinhas. Normalmente, o primeiro trimestre é quando elas estão mais intensas. A partir do segundo trimestre, é mais comum que o organismo se acostume e que elas diminuam consideravelmente. Ainda assim, é importante saber quais são as atitudes necessárias para aliviar essas dores e não deixar que elas sejam um tormento.

Medicamentos no geral não são recomendados para gravidas. E é importante não ingerir por conta própria mesmo aqueles que não possuem nenhuma contraindicação em casos de gravidez, pois mesmo eles podem te causar um efeito adverso e imprevisível. O mais recomendável é que você tome algumas precauções que podem ajudar muito no alívio, como:

  • Durma bem – Essa é uma forma de garantir que seu corpo estará mais disposto durante o dia, o que diminui a chance de você ter dores mais fortes.
  • Evite alimentos muito gordurosos – Esse tipo de alimento pode fazer seu corpo pesar e aumentar a dor de cabeça, principalmente para as mulheres que possuem enxaqueca.
  • Faça exercícios – A prática de atividades físicas específicas para grávidas é ótima não apenas para aliviar as dores, mas também para prevenir que elas ocorram. Além de garantir diversos outros benefícios para o seu corpo, os exercícios também ajudam a aliviar a tensão.

Além de todos esses hábitos que devem ser adotados por grávidas, é importante também conversar com seu médico sobre as dores de cabeça e ouvir o que ele tem a dizer. É dessa forma que você consegue garantir que as suas dores não vão afetar a gestação de nenhuma maneira.

Dor de Cabeça na Gravidez pode afetar o Bebê?

Para que essa pergunta seja respondida, é importante analisarmos qual o tipo de dor de cabeça que você possui. E para isso, nada melhor do que consultar seu médico e fazer todos os exames necessários. A cefaleia tensional, apesar de ser bastante incomoda, não costuma afetar o bebê de nenhuma maneira e seus tratamentos devem ser feitos focando principalmente no alívio dos sintomas para que você tenha um dia a dia mais tranquilo.

Já quando falamos da enxaqueca, ela pode apresentar alguns perigos para o bebê, por conta do risco de estar relacionado com a pré-eclâmpsia. Algumas das complicações que esse tipo de doença pode trazer é parto prematuro, além de doenças cardiovasculares na mãe. Vale ressaltar aqui que muitas vezes as enxaquecas são frutos apenas da variação hormonal da mulher e, nesses casos, também não apresentam grandes perigos para o bebê.

Quando você compreende quais são os tipos de dor de cabeça existentes, por que a dor de cabeça na gravidez ocorre e como o tratamento pode ser feito, você também acaba se acalmando. É natural que diversas dúvidas sobre a sua saúde e a do bebê surjam e, com elas, a preocupação. Porém, o mais importante é pesquisar sobre o assunto, sempre que possível conversar com o seu médico para ter certeza de que está tudo bem com sua gestação. Na maioria dos casos, essas dores de cabeça não passam de sustos que podem ser tratados com facilidade.