Muitas mulheres consideram a gravidez como o período mais especial de suas vidas, mas ao tempo o período mais conturbado no que diz respeito às mudanças que ocorrem no corpo. Isso é verdade, uma vez que o corpo se prepara para gerar outra vida e, por essa razão, sofre diversas modificações. Porém, é necessário lembrar que uma mulher grávida ainda e suscetível a problemas externos, como dores de cabeça ou de garganta. Mas será que a dor de garganta na gravidez pode trazer muitos riscos? Qual é a maneira certa de fazer o tratamento? Vamos responder essas e outras perguntas no texto de hoje.

É Normal ter dor de Garganta na Gravidez?

Dores de garganta são comuns em todas as fases de nossas vidas. Para todas as pessoas. Suas causas podem ser as mais diversas: Irritação por conta de uso excessivo, climas intensos como frio ou calor, tempo muito seco, alergia a algum tipo de comida e, é claro, vírus e bactérias. Porém, o fato de uma mulher estar gravida não possui nenhuma relação com dores de garganta. Mas isso não significa que não seja uma coisa comum.

Durante a gravidez é comum que o sistema imunológico de uma mulher fique mais fraco, o que possibilita a entrada de vírus e bactérias com mais facilidade. Isso, por sua vez, pode causar dor de garganta, entre diversos outros problemas que também podem surgir.

Podemos então concluir que ter uma dor de garganta na gravidez pode ser considerado normal, como em qualquer outra fase da vida. Porém, os cuidados a serem tomados precisam ser redobrados pelos motivos que acabamos de citar.

Dor de Garganta na Gravidez é Perigoso?

A primeira coisa que devemos falar é que existem muitos tipos e níveis de dor de garganta, o que significa que existem algumas que são mais perigosas do que as outras. Mas para uma mulher que está grávida, é claro que existe uma preocupação maior, uma vez que ela precisa ter a melhor saúde possível para que sua gestação seja um sucesso.

Podemos então concluir que os perigos que uma dor de garganta na gravidez apresenta estão normalmente relacionados com essa maior fragilidade da mulher por conta de sua condição. E a grande preocupação disso tem a ver com a saúde do bebê. Por isso, também vamos abordar essa questão.

gravida com dor de garganta

Dor de Garganta na Gravidez prejudica o Bebê?

Essa é uma das principais dúvidas sobre o assunto e por isso aborda-la no texto é muito importante. A dor de garganta em si não prejudica o bebê, mas ela pode indicar uma doença, como uma gripe, por exemplo, que por sua vez, pode acabar gerando reflexos no bebê. A doença em si não é transmitida para o feto, mas algumas consequências podem ocorrer, como a desidratação e a carência por certos tipos de vitaminas e minerais.

Vale lembrar, porém, que nem toda dor de garganta na gravidez é sinal de alguma doença. Muitas vezes esse tipo de dor está relacionado ao cansaço, ao uso excessivo da voz ou mesmo a condições psicológicas. Nesses casos, a dor não tem nenhuma relação com o bebê e ele não pode ser afetado.

Como tratar a Dor de Garganta na Gravidez?

Se você possui dor de garganta na gravidez, existem alguns procedimentos caseiros que podem ajudar a aliviar esses sintomas e fazer com que essa dor cesse. Alguns dos principais são:

  • Gargarejo com água morna, vinagre e sal
  • Ingestão de mais alimentos com vitamina C
  • Ingerir muito líquido, sobretudo água e chás como o de gengibre
  • Poupar a voz sempre que possível

É possível também que você utilize pastilhas refrescantes comuns vendidas na farmácia para aliviar as dores de garganta. Porém, é importante verificar se não há nenhuma contraindicação para quem está grávida, já que se trata de um medicamento, ainda que leve.

Quando procurar um Médico?

Uma mulher gravida com dor de garganta apresenta sintomas que não se curam com facilidade ou mesmo que a incomodem muito, é importante procurar um médico. Esse é o único profissional que pode diagnosticar se você tem ou não algum tipo de doença e dizer quais são os passos a serem dados para que o tratamento seja feito. A visita ao médico também é recomendada para que você se acalme quanto às dores que sente na gravidez e entenda o que é normal e o que pode ou não afetar seu bebê.

Existem muitos tipos de dores que uma mulher pode sofrer durante a gravidez como na lombar, nos seios ou a virilha, por exemplo. Mas além dessas dores mais comuns e causadas por conta da gravidez, outras também podem acabar afetando a gestação, ainda que de forma leve. Por isso, é sempre importante adotar certos hábitos para se proteger de vírus e bactérias que podem causar a dor de garganta na gravidez, além de também adotar outros tipos de prevenção. Dessa forma, você garante que sua saúde esteja em perfeitas condições, o que significa que a do bebê também não estará em risco.