O universo feminino tem mudado dia após dia e suas prioridades também tem sido ajustadas. O que antigamente era colocado no topo da lista de prioridades das mulheres, agora vai caindo de posição e perdendo cada vez mais a força e com isso a maternidade tardia tem se tornado cada vez mais comum.

Vida Profissional e Maternidade

Com o crescimento profissional das mulheres, cada vez mais independentes e presentes no mercado de trabalho, atuando em cargos de grande colocação, ser mãe vai ficando para uma próxima oportunidade.

Mas na verdade, sempre surge a dúvida: Será que estou fazendo uma boa opção? Será que dou prioridade a minha carreira profissional ou agora é o momento de ter filhos? Essa é uma das grandes dúvidas das mulheres que se dedicam a suas vidas profissionais em tempo integral.

Mas graças a evolução da medicina e da ciência, as mulheres estão conseguindo realizar o sonho de ser mãe mesmo que tardiamente e com isso a maternidade tardia vai se tornando com menores riscos e preocupações.

Prazo de Validade do Corpo da Mulher

Mas mesmo com todas as possibilidades e cuidados que a medicina oferece hoje em dia, é necessário que a mulher escute e respeite os seus desejos e acima de tudo fique atenta ao seu relógio biológico, já que o corpo feminino “tem prazo de validade” para reprodução.

Uma coisa é fato, os especialistas em reprodução humana têm buscado incansavelmente novos tratamentos e métodos para que ofereçam as mulheres as chances de engravidar de forma saudável e segura enquanto menstruarem.

A única coisa que não pode ser mudada é na questão que a qualidade dos óvulos vai reduzindo com o passar dos anos e se não for realizado nenhum tratamento de reserva e congelamento de óvulos, a maternidade tardia pode ser comprometida.

Cuidar do corpo e da saúde também é uma forma de garantir maiores chances de conseguir uma gravidez tardia saudável. Cuidar da saúde ajudará na prevenção de doenças que reduzem a fertilidade ou que impossibilitam de engravidar mais rapidamente.

Vale alertar, que com o passar dos anos, algumas doenças como miomas, cistos, pólipos e endometriose tendem ocorrer com maior frequência e atrapalhar que uma gestação ocorra de forma rápida e natural.

Uma coisa é fato, decidir aguardar e deixar para se realizar através da maternidade tardia pode ser muito mais trabalhoso do que simplesmente deixar a gravidez ocorrer naturalmente. Muitos problemas, dificuldades e gastos serão enfrentados, ainda mais se for necessários tratamentos para ajudar a realizar o sonho, que são quase sempre necessários nestes casos.

Se nunca esteve em seus planos ter um filho e essa decisão chegou agora ao atingir os 40 anos, ainda é possível tentar por alguns meses de forma natural e contar com a ajuda da sorte. Se em 6 meses, sem usar nenhum contraceptivo e não conseguir o esperado positivo, é hora de procurar um especialista em reprodução humana para encontrar o melhor método de ajudalos.

Riscos e Cuidados na Maternidade Tardia

Apesar de a área da saúde vir evoluindo cada dia mais, ainda mais relacionado a maternidade tardia, temos que alertar sobre os riscos dessa opção e também dos cuidados necessários para preservar a saúde da mulher.

Como já citamos acima, no decorrer dos anos, os óvulos vão envelhecendo também e reduzindo não só a quantidade, mas também sua qualidade. Ao avançar os 40 anos, as possibilidades vão se reduzindo cada vez mais e prejudicando a fertilidade feminina.

Com o envelhecimento dos óvulos, não é só a redução das chances de engravidar que corre risco, mas o desenvolvimento de embriões com alterações genéticas que aumentam de chances também, como é o caso da síndrome de Down.

Outros riscos bem recorrentes na maternidade tardia são os quadros de hipertensão e diabetes gestacional, que podem desencadear sérios problemas e até mesmo o parto prematuro. Durante a gravidez ocorre-se uma sobrecarga muito grande no corpo, tanto hormonalmente, como do peso e da energia e se já é uma fase cansativa para mulheres com maior disposição, imagine acima de 40 anos?

Seguir uma dieta saudável e praticar exercícios físicos regularmente podem ajudar a manter o corpo sempre ativo, saudável e em dia para engravidar com saúde e claro aumentar as chances da fertilidade.
Mesmo em casos onde a maternidade tardia é realizada através de métodos de fertilização assistida, os cuidados com o corpo são essenciais para conseguir gerar e seguir até o nascimento com toda saúde que precisa.

Cuidados com a Maternidade Tardia

Além de todos os cuidados com a saúde já citados aqui, os cuidados médicos também são essenciais. Um bom acompanhamento médico e claro de um especialista apto para o tratamento é fundamental para conseguir se realizar na maternidade tardia.

Fazer exames regularmente, clínicos e laboratoriais são essências para acompanhar a saúde e se necessário entrar com alguma complementação, principalmente de vitaminas que é indispensável para a formação adequada do feto.

Exames para verificar problemas na tiroide também deverão ser solicitados, já que com o decorrer da idade é comum a mulher apresentar variações do TSH (hormônio produzido pela tireoide) e que também é responsável pelo desenvolvimento da parte neurológica do bebê.

A ingestão de vitaminas, principalmente o ácido fólico será indicada já quando desejar engravidar. O ácido fólico é a vitamina responsável em prevenir a má formação do embrião. E responsável pelo desenvolvimento do tubo neural.
O ácido fólico pode ser consumido através da alimentação, normalmente em verduras de folhas verdes escuras. Mas também pode ser tomado através da forma mais pratica e completa que são as capsulas e formulas apropriadas para ingestão.

Claro, que na maternidade tardia são necessários cuidados redobrados, sempre visando o bem-estar da mãe e do bebê. Mas existem também os pros da situação, que é o amadurecimento e preparo psicológico da mulher, que estará mais preparado do que nunca para esse momento.

Ser mãe em qualquer idade é maravilhoso e especial, mas quando se está preparado para vivenciar cada segundo dessa fase de forma única é melhor ainda. Se já passou dos 35 anos e o desejo de ser mãe veio agora, converse com seu ginecologista sobre os cuidados que deve tomar e os exames que deve fazer.

Veja Também: Benefícios da Heparina na Gravidez
Foto: mijoko