Quando as mulheres engravidam, também começam os palpites. É engraçado como tanta gente entendida da gravidez alheia sabe tudo, absolutamente tudo sobre gravidez e de como as mães de primeira viagem podem e devem agir. Mas na realidade, o que mais incomoda as mães de primeira viagem? O que as deixam mais chateadas? Quais os palpites absurdos (as vezes não) que poderiam fazer com que ela se estresse com você? Vamos começar pela gravidez, essa é uma fase delicada da mulher. Seus hormônios estão a todo vapor e com eles vem muitas mudanças. Por isso, o ideal é fechar os ouvidos para algumas pérolas das pessoas ao redor das mães de primeira viagem.

Enjoo não, isso é frescura! Na gravidez do meus filhos eu não senti nada disso
Devemos lembrar que cada corpo reage de uma forma à gravidez. Se você não teve sintomas como náuseas e enjoos sinta-se privilegiada e não critique quando alguma gestante se queixar para você deste sintoma. Náuseas da gravidez são terríveis para algumas mulheres. Seja solidária(o) ok?

Nossa, sua barriga é muito pequena, acho que você não se alimenta da forma adequada, tem que comer por 2! Será que o seu bebê está crescendo direito?
De novo, cada organismo reage de uma forma ao ganho de peso na gravidez, e tamanho da barriga não quer dizer nada! Há algumas
mulheres com barrigas pequenas, ganho de peso baixo e que têm bebês com cerca de 4kg! A contra mão também existe, não é porque você ganhou 20kg na gravidez que terá um bebê gordinho. O tamanho do bebê é equivalente à genética dos pais e sim, é importante apenas verificar com seu médico se está tudo bem. Se estiver, fique tranquila e deixem os linguarudos falarem.

40 semanas? Acho que está na hora do seu bebê nascer! Faça logo uma cesárea! Você quer que ele morra ai dentro?
Para os desavisados, a gestação tem um prazo de 280 dias ou 40 semanas mas devido à contagem de 2 semanas a mais (desde o primeiro dia da menstruação) a mulher pode lavar até 15 dias a mais na gravidez sem nenhum problema. Por isso, alguns médicos fazem a contagem até as 42 semanas. Se ao final de 41 semanas o bebê não tiver dado sinais de que quer nascer então procure uma maternidade ou seu médico, mas não se desespere com 39, 40 semanas ok?

Durma, durma muito! Você não sabe o quanto cansa cuidar de um bebê. Ele acorda toda hora, então você tem que descansar agora.
Essa parte não deixa de ser verdade, realmente após o nascimento as mães de primeira viagem fica muito cansadas. O problema é que não dá pra dormir! Para quem nunca esteve grávida ou já esteve e não se lembra, a mulher que está gestante não tem posição para ficar deitada dormindo. Se ela não está dormindo não é porque não quer, e sim porque não consegue.

Pérolas Para Mães de Primeira Viagem Após o Parto

Depois que o bebê nasce o festival de conselhos e palpites para mães de primeira viagem é ainda maior! Quem nunca ouviu pelo menos um desses conselhos ou palpites? O que se deve fazer quando alguém lhe desagradar com alguns dessas sugestões?

Dá logo mamadeira para esse bebê, ele está chorando é de fome!
Para as visitas desavisadas, o leite materno é a melhor fonte de alimento para um bebê. Nos primeiros dias, o colostro (primeiro leite da mãe) pode ser mais fraco e aguado, mas ainda sim ele sustenta! A melhor resposta que vocês que são mães de primeira viagem podem dar é: fique tranquilo, logo mais o leite desce de vez e terei até para doar para o seus netos (filhos).

Algumas vezes os palpites são de amargar, mas façamos cara de paisagem para não destratar a visita.

Nossa, seu bebê é pequeno né? 2500kg é pouco, o meu nasceu com 3800kg!
Ai ai ai, quantas vezes teremos que dizer que cada DNA tem uma característica diferente? O peso do bebê depende do biotipo dos pais. Se eles forem altos, o bebê tem tendência a ser maior e mais magro. Se forem baixos, igualmente… Cada crianças é única e não deve ser comparada jamais, nem com seus irmãos.

Essa criança chora demais. Por que você não pega ele no colo logo? Ou Essa criança vai ficar acostumada demais no colo, por isso ele está chorando.
Claro que o bebê vai chorar! É a única maneira de se comunicar com o mundo minha senhora! Mas se a mãe perceber que o choro é de dor (mais agressivo e agudo) ai sim é motivo para preocupações. Crianças pequenas choram até por estarem com calor ou estressados, medo, insegurança… Fica tranquila e siga a sua intuição como todas mães de primeira viagem têm.

Olha para esse bebê, ele está com frio (ou calor).
Agasalhe seu bebê de acordo com o que você está sentindo. Bebês não sentem mais frio do que a gente, mas deve ficar protegido, por isso roupas de manga longa. Não encha o bebê de roupa de lã no calor de 34 graus só porque a sua tia ordenou. Bebês podem ficar de
body manga curta e mijão, não ficarão doentes por isso. Se perceber que as mãos dele estão frias, então agasalhe um pouco mais, mas use o bom senso sempre.

Cada família tem um ritmo diferente, então não se apegue a horários alheios. Você deve estabelecer sua rotina da forma que for melhor para bebê e mamãe. Lembre-se que os primeiros dias podem ser mais difíceis por conta da maratona de visitas, mas logo isso passará, e por mais dificuldades que tenha as coisas vão se ajeitar.

Uma dica para mães de primeira viagem: se tiver alguém disposto a ajudar como a sogra, mãe ou irmã, aceite. Nem que seja por alguns dias e independente dos palpites. Lembre-se que o pós-parto é uma fase de adaptação de uma mãozinha é bem vinda. Desapegue das manias pelo menos neste momento. Facilitará e muito a adaptação. Parentes, não se ofereçam para cuidar da criança. Se ofereçam para ajudar com outras coisas, comida, roupa e casa. Isso facilitará muito a vida da nova mamãe e também deixará com uma boa impressão.

Veja também: Manual de Etiqueta de Visitas ao Recém Nascido

Foto:G. J. Charlet III, sean dreilinger