Entender sobre ovulação não é assunto de tentantes, entender sobre o funcionamento do próprio corpo é assunto de mulher inteligente, moderna e que se cuida. Saber como funciona seu corpo e entender os sinais de cada mudança durante o ciclo menstrual, ajuda e muito as mulheres tanto a engravidar com maior facilidade, como para se prevenir.

O que é Ovulação?

Ovulação é o nome de uma das fases do ciclo menstrual, fase está de extrema importância para a continuidade da vida. É neste momento que o óvulo é liberado pelos ovários afim de ser fecundado por um espermatozoide e poder gerar um embrião.

Essa fase do ciclo ocorre no tão aguardado período fértil, que é o momento mais propenso para se conseguir engravidar. Quando este óvulo liberado não é fecundado é iniciado o processo de descamação das paredes uterinas e ocorre a menstruação.

Como Saber o Dia Certo da Ovulação?

Como já citamos, a ovulação ocorre no período fértil e a contagem pode variar dependendo da durabilidade do ciclo da mulher. Por exemplo, considerando que a mulher tenha um ciclo regulado de 28 dias, o seu período fértil ocorrerá no 14º dia (metade do ciclo).

Como o organismo pode sofrer alterações naturais devido a variações hormonais, invés de ser considerado esse 14º dia, o único dia fértil, consideramos os 3 dias antes e os 3 dias depois, de maior probabilidade da semana fértil.

Porém, não precisamos ficar ligados somente em datas no calendário, é possível acompanhar através das mudanças do corpo se a ovulação está para ocorrer ou de fato acontecendo.

Sintomas da Ovulação

O funcionamento do corpo feminino é algo tão extraordinário, que mensalmente, a cada ciclo menstrual o corpo vai se adaptando para o recomeço do ciclo, a preparação para receber um embrião e toda sua eliminação para se iniciar novamente todo o processo.

E para receber esse embrião, o corpo também se prepara, para facilitar a chegada do espermatozoide, através da umidade e secreção vaginal. Esse é um dos sintomas da ovulação e que facilmente a mulher pode observar.

A presença de um muco vaginal com aspecto de clara de ovo, gosmento, é o famoso sinal da ovulação para ajudar os espermatozoides chegarem até o óvulo maduro. Com essas alterações, a libido também fica mais elevada e permitindo que a relação sexual fique ainda mais prazerosa.

Outros sintomas comuns das mulheres relatarem durante a fase da ovulação, são pequenas pontadas na lateral da barriga, como se fosse uma pequena cólica. Esse incomodo está relacionado ao momento do rompimento do óvulo maduro e a sensibilidade das mulheres em sentir esse exato momento.

IMPORTANTE: A dor da ovulação costuma durar alguns minutos ou horas e não ocorre em todos os ciclos.

Imagem ilustrativa da ovulação do site tua saúde, produzir um similar a figura

Como Ocorre a Ovulação?

O processo da ovulação ocorre uma única vez em cada ciclo menstrual. Quando vai se aproximando desse momento, o hormônio estrogênio aumenta sua produção, o que garante o reforço e fortalecimento do revestimento das paredes internas do útero, em preparação para abrigar um futuro embrião que será desenvolvido.

Esse aumento de estrogênio provoca o aumento de outro hormônio, o hormônio LH (luteinizante) que será responsável pela liberação do óvulo maduro. O período de vida desse óvulo maduro é de até 24 horas e se não fertilizado dentro deste período é expelido juntamente do revestimento uterino, na menstruação, onde um novo ciclo se iniciará.

Ovulação Tardia

Como o corpo humano não é uma máquina, é possível ocorrer alterações inesperadas, principalmente se tratando de descontroles hormonais. E, o que muitas mulheres desconhecem é que é possível sim, ocorrer uma ovulação tardia.

O que garante uma explicação consistente para as mulheres que garantem que engravidaram fora do período fértil, quando na verdade estavam sim ovulando, só que tardiamente. Mesmo as mulheres com ciclo menstrual super regulado, pode ocorrer essa situação, devido a uma variação hormonal.

Através dessa informação, garantimos que o uso da tabelinha menstrual não é segura como método contraceptivo, já que é possível ocorrer variações no ciclo e acontecer a ovulação tardia.

Testes de Ovulação

Para quem está tentando engravidar e quer ter certeza da ovulação para caprichar nos treinos, a melhor forma são os testes de ovulação, além de claro ficar atenta aos sinais que o corpo dá.

Os testes de ovulação foram desenvolvidos afim de auxiliar as mulheres a confirmar o seu período ovulatório, garantindo melhor precisão e aumentando as possibilidades de conseguir engravidar mais rapidamente.

Os testes de ovulação são pequenas tiras, parecidas com aos testes de gravidez de farmácia. Através de uma pequena amostra de urina, preferencialmente coletada no final da tarde, a ponta sensível do teste de ovulação consegue detectar os níveis do hormônio LH (luteinizante) na urina, informando a aproximação da ovulação ou se ela está ocorrendo.

Para facilitar o uso do teste de ovulação, se a mulher conhecer bem seu ciclo menstrual e saber os dias aproximados da ovulação, o teste servirá apenas como confirmação, facilitando a identificação do período fértil.

Existe Ovulação Sem Muco?

Um dos principais sinais da ovulação é o muco, porém, nem todas as mulheres tem facilidade em distingui-lo ou identifica-lo. Em alguns casos, pode-se até mesmo ocorrer da mulher não ter o muco ou ser tão pouco que passar despercebido. Mas mesmo que não tenha muco está sim ocorrendo a ovulação.

A melhor forma de confirmar a ovulação nesses casos é observar os outros sintomas que o corpo dá neste período, além de claro acompanhar pelo calendário fértil quando ele está se aproximando. O uso do teste de ovulação nesses casos também pode ser de grande ajuda, já que confirmará, mesmo sem muco aparente.

Como Aumentar o Muco da Ovulação?

Se seu corpo produz pouco muco de ovulação alguns cuidados podem ajudar na elevação da produção. A ingestão de agua é essencial, e se você já bebe bastante agua redobre o consumo. Outra dica infalível é o consumo de inhame, seja através da alimentação, em pó, cápsulas ou até mesmo no chá.

O inhame possui propriedades que atuam no aumento ovulatório e com isso, na produção do muco da ovulação, tornando-o mais resistente e evidente. Facilitando assim a identificação do período ovulatório, como facilitando também a concepção.

Para os casais tentantes, uma dica preciosa também para as mulheres que possuem pouco muco, é o uso de lubrificantes em gel amigos da fertilidade, como o FamiGel. Além de fazer o papel do muco feminino, auxilia os espermatozoides aumentando sua mobilidade até chegarem ao óvulo.

Indutor de Ovulação

Para as mulheres que desejam engravidar e tem certa dificuldade em identificar sua ovulação simplesmente por não ocorrer ou pelo seu ciclo irregular, o ginecologista pode receitar o uso de indutores de ovulação para facilitar a concepção.

Indutores de ovulação são medicamentos produzidos a base de citrato de clomifeno, que podem ser receitados inclusive para mulheres portadores de SOMP (síndrome dos ovários policísticos) que desejam engravidar. Mas é necessário alertar, que mesmo se tratando de um tratamento de alta eficácia, possui efeitos colaterais.

Por isso seu uso deve ser feito através de indicação medica e com acompanhamento adequado. Seu uso incorreto pode causar fortes dores na estimulação ovariana ou até mesmo uma hiperestimulação ovariana sobrecarregando a função do ovário e causando fortes dores.

Em casos extremos, pode ser necessário a retirada do ovário afetado pela hiperestimulaçao. Por isso, jamais utilize esses medicamentos sem prescrição e acompanhamento médico.

Se for analisado a inexistência total da ovulação, o ginecologista pode solicitar exames avaliatórios para verificar os seus níveis hormonais. Exames de sangue que analisam as dosagens de LH, FSH, prolactina, progesterona e principalmente o estrogênio são essências para dar o diagnóstico e tratamento correto. Em muitos casos, a falta de ovulação pode ser facilmente solucionada ou se trata de um simples descontrole hormonal responsável em desregular o ciclo.